Dicas para quem vai assistir aos jogos da Copa na empresa


Publicado por hagah em 07/06/2010

É Copa do Mundo! É na África do Sul! A disputa no campo entre vários países desperta o interesse até mesmo de quem não costuma acompanhar os campeonatos entre os times. Nesta época do ano é comum vermos pelas ruas as casas enfeitadas com as cores do Brasil, carros com bandeirinhas, gente com camisa da seleção andando por aí... Inclusive nós, aqui do hagah estamos em ritmo de Copa do Mundo com bandeirinhas espalhadas por todo o escritório! \o/

E tudo isso porque... Os jogos serão em horário de expediente!!!

>> Onde você vai assistir aos jogos do Brasil na Copa do Mundo?

Mas sabemos que futebol mexe com a emoção das pessoas, principalmente dos brasileiros. E quando quem está em campo é a seleção brasileira, o sentimento é ainda maior. Assistindo aos jogos é comum que as pessoas gritem, xinguem o juiz, os jogadores do time adversário e, em alguns casos, até os jogadores do próprio time. Então, em meio a tantas festas e comemorações, como fica o trabalho na hora do jogo? 

Muitas empresas já se organizaram para dispensar seus funcionários em alguns horários e compensar o trabalho em outros dias. Outras, no entanto, decidiram colocar uma televisão em suas dependências para que todos possam acompanhar aos jogos. Se esse é o caso de sua companhia, confira algumas dicas da psicóloga da RHBrasil Janete Victor para se divertir durante os jogos e não levar o cartão vermelho na empresa.

Nada de cornetas e apitos – Quem já ouviu o som de uma vuvuzela (aquela corneta comprida) deve conseguir ouvir o barulho lá no fundo da mente... Por isso, em época de Copa na Empresa é bom deixar os acessórios de sopro em casa! Afinal de contas é bom sempre lembrar que você vai estar no escritório e não em casa!

Camisa do Brasil-sil-sil – Com que roupa você trabalha? Terno? Gravata? Um estio social? Então é bom pensar um pouco antes de chegar na empresa enrolado na bandeira do Brasil. Alguns empregadores vão liberar os funcionários e até mesmo permitir o uso de alguns acessórios. Mas, antes de chegar vestindo a camisa do Brasil, usando aquela peruca tipo papagaio e aqueles óculos lindos com as bandeirinhas verde e amarelo, procure se informar com o seu chefe se isso tudo será permitido! E lembre-se: se for permitido, use apenas no horário do jogo!

De olho nos lances - Embora seja um momento de descontração e até de empolgação, palavrões não são bem vistos. Aqui, vale o bom senso. Até mesmo na hora de falar mal do juiz, da mãe dele também ou dos jogadores que perderem pênaltis. O funcionário deve lembrar que seu comportamento é avaliado o tempo todo, mesmo em dias de jogos e comemorações. Uma atitude errada hoje poderá comprometer uma promoção amanhã. Isso vale para palavras r gestos também. Deixe as dancinhas para os jogadores lá no campo.

Pipocas e quitutes! Cerveja não! – Vale combinar com os colegas de levar lanches, pipoca e refrigerantes para assistir ao jogo. Mas, não se empolgue. A cerveja só para depois do expediente. Combine tudo antes com seu chefe, até porque ele também vai querer participar!

Fim de jogo – O jogo acabou e os comentários serão inevitáveis, mas lembre-se que você ainda está em horário de expediente e é preciso produzir! Então, volte ao trabalho e evite ficar comentando a partida o resto do dia, impedindo o trabalho de seus colegas. O chefe pode se arrepender e, então, nada da próxima partida.

E finalmente lembre-se que o ambiente continua sendo de trabalho e que ocasionalmente foi aberta uma exceção para assistir aos jogos.

Você sabia?
Que os empregadores podem impedir funcionários de acompanhar os jogos da Copa do Mundo durante o expediente. Não há na legislação trabalhista qualquer dispositivo que assegure aos trabalhadores o direito de paralisar suas atividades para assistir aos jogos. “Pode parecer absurdo, a nós brasileiros, mas a empresa pode proibir”, diz Silvio Helder Lencioni Senne, advogado do instituto IOB.

Fonte: Conjur e RHBrasil