Sua região é

 

Encontre tudo o que você precisa para sua casa no hagah. Decoração, arquitetura, jardinagem, construção, segurança, móveis e muito mais em Porto Alegre e no RS.

 

Notícias

Construção e reforma

Veja como adequar a instalação de poste e relógio medidor conforme o padrão CEEE, RGE e AES Sul

Rede elétrica deve ser instalada de acordo com as nomas da companhia

Se você tentou fazer alguma mudança  relacionada a energia elétrica em sua casa nos últimos anos, deve ter se deparado com a necessidade de ajustar-se a um novo padrão. A adequação só é exigida para quem deseja fazer alterações na sua rede elétrica. Até mesmo a compra de um aparelho de ar-condicionado, televisor ou freezer pode implicar em um pedido de um outro tipo de fornecimento de carga para a consessionária, seja ela CEEE, AES SUL ou RGE. Outro ítem que exige que você faça alterações é o acesso ao relógio medidor. “Um dos quesitos básicos previstos na legislação para receber a energia é ter instalações adequadas e garantir o livre acesso”, justifica o supervisor do departamento comercial da gerência regional da CEEE Edinei Ribas de Sá.

Muitos clientes tem reclamado da necessidade de gastar com a adequação no novo padrão, enquanto os vizinhos continuam com o modelo antigo. “Quando a pesssoa já está (com a energia) ligada, ela tem o direito porque na época em que foi ligada aquilo era padrão. Mas no momento que há uma modificação, por exemplo o cliente vendeu o imóvel e pediu pra deixar de ser cliente, depois o novo morador solicitou a ligação, ele deve seguir algumas alterações técnicas que estão sendo implementadas”, explica o supervisor. Os clientes que não concordarem com a avaliação do técnico que resulte em não-conformidade, podem pedir uma segunda visita do técnico de vistoria e orientação da consessionária.

Entre as mudanças que ocorreram em 2006, do padrão 1.2 para o 1.3, é obrigatório construir um painel trifásico, que já prevê melhorias na residência, como a compra de um ar-condicionado. O supervisor adianta que um grupo de integrantes da CEEE, RGE e AES Sul faz estudos para novas implementações. Ainda sem data definida para novas versões do RIC. As principais dúvidas quanto às mudanças que o clientes registram estão ligadas às adequações do poste de ligação, o acesso ao medidor e quanto ao pedido de aumento de carga.

Poste
Segundo o supervisor, um dos principais problemas ocorrem quando o morador adquire um kit que contém o poste metálico e faz alterações no mesmo ou na forma de instalá-lo. “O kit é para uma utilização muito específica e desta forma é homologado pela companhia”, explica Ribas de Sá. Caso o morador faça adaptações a este poste - como instalar fios extras para ampliar a carga de monofásica para bi ou trifásica - o kit perde a homologação. Quando a concessionária for fazer vistorias, vai apontar irregularidades no projeto. A decisão por ser saída aérea ou subterrânea também deve ser conforme o tipo de kit. Para evitar incomodações futuras, é muito importante contratar um eletricista que conheça as normas da ABNT e o Regulamento de Instalações Consumidoras RIC 1.3.

No kit contém: poste metálico, fiação completa, caixa de medição, disjuntor, balde de inspeção e haste de aterramento com o conector. Outra opção é instalar um poste de concreto, a vantagem é a de poder fazer a modulação conforme o necessário: saida aérea, subterrânea. No regulamento disponível no site da CEEE há figuras detalhadas explicando as normas.

Relógio Medidor
Um dos pontos mais controversos do padrão para o fornecimento de energia elétrica se dá quanto ao livre acesso. A instalação do relógio medidor tem que estar de frente para a rua. Se houver uma grade protetora, ela deve possuir janela de inspeção. O profissional da companhia precisa ter acesso a abertura da caixa - a grade pode ter um cadeado padrão, compatível com a chave universal (uma chave que abre todos os tipos de cadeado).
Em fachadas rentes ao passeio público são proibidas as saliências da caixa para a rua. A caixa deve estar embutida ao menos 5 cm pra dentro do espaço, evitando acidentes com os passantes.

Outra opção é construir um “canto” para o acesso ao medidor. Um recesso de 1m x 1m do muro pra dentro do terreno e a caixa instalada no máximo 50 cm para o interior do pátio. Desta forma, se garante o acesso do eletricista ou leiturista ao relógio medidor, preservando a privacidade do morador.

Pedido de Aumento de Carga
Novos eletrodomésticos em casa exigem um maior fornecimento de carga. Se o cliente não solicitar esse aumento, é possivel que a chave de luz caia por causa de sobrecarga, além de outras irregularidades. Se você já está preparando as adequações do poste conforme o novo padrão, é importante já prever melhorias dos eletrodomésticos de casa e já optar por um modelo bifásico ou trifásico.

Preços
O serviço da concessionária (CEEE,  RGE e AES Sul) em relação as mudanças é gratuito. A vistoria é cobrada a partir da segunda vez da chamada em que ainda houverem irregularidades. “Se na segunda vistoria puder ligar a luz não tem cobrança”, esclarece o gerente regional metropolitano da CEEE Marcelo Paludo. “No momento da ligação, o funcionário não está autorizado a cobrar nada”, acrescenta.

Poste de concreto
Valores já com a mão de obra inclusa, variam de acordo com a voltagem (110 ou 220) e o bairro de instalação. Os valores pesquisados já são com a caixa fixa no poste: caixa de policarbonato (mais barata), de metal ou de fibra (mais cara). Se a rede pública está do mesmo lado da calçada da sua casa, você vai precisar de um poste de 5 metros. Se for do outro lado da rua, será de 7 metros.

 assunto 
Desenho exemplificado da Concrefil 

HAGAH RS

Mapa do Site | Dúvidas Frequentes | Fale com o hagah | Anuncie

© 2006 - 2013 hagah.com.br

Todos os direitos reservados

Grupo RBS