Como parar de roer unhas


Publicado por hagah em 27/04/2012 , atualizado em 16/01/2015

De acordo com psicólogos e terapeutas, essa mania de roer as unhas, cientificamente chamada de onicofagia, na maioria das vezes funciona como uma espécie de alívio inconsciente do estresse. Costuma começar na infância e pode se estender por toda a idade adulta, sendo comum em homens e mulheres.

A principal causa não é comprovada, mas se trata de um fator externo. Ansiedade, angústia e falta de segurança são os sentimentos associados ao problema. Além de deixar as mãos feias, o ato de roer as unhas facilita a entrada de várias bactérias no organismo humano. Os "roedores" também ficam suscetíveis a contrair micoses nos dedos.

Você rói unhas e está decidido a acabar com esse terrível hábito? O hagah conversou com dois profissionais sobre o assunto. Confira!

Uma vez decidido a parar de destruir as unhas, procure perceber o que está fazendo. Muitas vezes a pessoa coloca a mão na boca de forma inconsciente, só percebendo que roeu a unha após a dor ao romper a pele. Segundo o Psicanalista Fabricio Antonio Raupp, "primeiro tente identificar os momentos em que você leva as mãos à boca: se é quando está tenso, ansioso, depressivo, cansado, distraído, triste ou, até mesmo, alegre. Quando você perceber o que o leva a roer as unhas, ficará mais fácil controlar-se."

Converse com seu psicólogo. Fale com ele sobre suas aflições e dificuldades. "Muitas vezes, as pessoas começam a roer unhas depois de terem sofrido algum trauma, principalmente na família ou no trabalho. Na adolescência, entra também o fator da insegurança e da sexualidade", explica Fabricio.

Além da psicologia, a terapia alternativa, como a hipnoterapia, é também um dos tratamentos para os problemas de ansiedade. Fabiano José Amorim, hipnólogo da técnica condicionativa, afirma que "na sua essência, a hipnose clínica é um relaxamento profundo, conduzido por um profissional capacitado que leva a um estado mental favorável a mudanças de comportamento, acessado através do inconsciente." Com tratamento, dependendo do nível da patologia, o paciente já apresenta melhoras depois de 2 a 4 sessões.

Juntamente com o tratamento, é importante começar a substituir o vício por algo mais saudável. "Atividade física é uma grande aliada para quem quer parar de roer unhas. De qualquer modo, ao perceber o dedo na boca, levante-se, caminhe um pouco, respire fundo, tome um copo de água e relaxe. Bala e chiclete também podem ajudar nesse momento", complementa.

Outras dicas para parar de roer unhas

Fazer as unhas toda a semana também é uma grande arma. Os homens podem mantê-las sempre bem lixadas e passar uma base sobre elas. Para as meninas, o ideal é começar a pintar as unhas com esmaltes coloridos. Unhas postiças ou de porcelana também podem ser utilizadas. Outra alternativa, para ambos, é usar esmaltes que tenham sabores amargos.

Colocar pimenta na unhas, de modo que quando roê-las, a boca fica ardendo. Isso causará um condicionamento de comportamento estimulando você a parar.

Enrolar as pontas dos dedos com esparadrapos também pode funcionar.