Quer começar a pedalar? Confira dicas para acertar na escolha da bicicleta


Publicado por hagah em 24/09/2012 , atualizado em 19/01/2015

Porto Alegre está se tornando uma cidade cada vez mais amigável às bicicletas. Depois de ter iniciado a construção de uma ciclovia que deve percorrer 9,4 quilômetros na avenida Ipiranga, o município anunciou o lançamento de um serviço de aluguel das "magrelas", com passes mensais a R$ 10. Por enquanto, a novidade pode ser encontrada em cinco estações, todas localizadas no centro da Capital.

Quem adora pedalar espera que esse seja somente o começo de uma nova fase de respeito e valorização das bikes, que são vistas como um símbolo da cultura ecofriendly. Para Mauro Gotler, proprietário da loja especializada em bicicletas BikeTech, o mais importante é que ciclistas e motoristas aprendam a dividir o espaço – para que, em um futuro próximo, as "bicis" possam estar totalmente integradas ao sistema viário da cidade.

Ficou com vontade de sair pedalando por aí também, mas não tem muita experiência no assunto? Pois saiba que é preciso ter alguns cuidados na hora de comprar sua primeira bicicleta. Para iniciantes, Mauro indica os modelos de mobilidade, ideais para passeios ou para locomoção na cidade. O preço inicial médio dessas bikes é de R$ 500 e suas características incluem guidão mais alto e com regulagem, banco confortável e quadro de alumínio, que é mais leve que o de aço.

Em relação ao aro da roda, 26 é o tamanho indicado para adultos e 24 para adolescentes. No que diz respeito às marchas, a quantidade varia bastante: no mercado, há modelos com 6, 7 e até 27 marchas. Mas, de acordo com Mauro, 21 é um bom número, pois há velocidades suficientes para os diferentes trajetos urbanos.

Também é preciso atentar para a manutenção da bicicleta. "Jamais jogue água para limpá-la", alerta o especialista. Isso pode danificar e até inutilizar a caixa de direção, as correntes e os cubos (eixos das rodas). Para limpeza frequente, o ideal é utilizar um pano úmido. E, a cada três meses, pode ser feita uma lavagem geral em local especializado, onde a bike é desmontada, regulada e lubrificada. O custo desse serviço, que tem duração de 2 horas, varia de R$ 60 a R$ 80.

Por fim, alguns acessórios podem ajudar a garantir a segurança do ciclista. O capacete é o mais básico e essencial deles. Lanternas traseiras (que refletem a luz) e faróis dianteiros ajudam a dar visibilidade para quem pedala a partir do fim de tarde, enquanto espelhos dão mais tranquilidade na hora de dirigir em grandes vias. Todos esses itens precisam ser adquiridos separadamente.

Agora que você já sabe o básico sobre as magrelas, confira algumas sugestões de modelos selecionados pelo hagah e que podem ser encontrados na BikeTech:

1. A Easy Rider, da Caloi, se caracteriza como uma bike urbana e é ideal para quem usa a bicicleta para passear ou como meio de transporte. Ela tem 21 velocidades, é de alumínio e garante conforto com agilidade.

Caloi Easy Rider
Caloi Easy Rider - R$ 1099,00

2. Com 21 marchas e quadro em alumínio, a Caloi City é uma opção mais básica, porém muito versátil, para quem quer circular pela cidade. Ela é leve, tem guidão alto e um bagageiro, ótimo para levar mochilas ou bolsas.

Caloi City
Caloi City - R$ 649,00

3. Quem quer investir um pouco mais na bike pode escolher um modelo importado. Em sua linha conforto, a fabricante americana Trek tem como opção o modelo Navigator 2.0, feito em alumínio. Essa bicicleta vem com protetor de corrente e o suporte do guidão tem inclinação ajustável.

Trek Navigator 2.0
Trek Navigator 2.0 - R$ 2299,00

4. O visual retrô é o diferencial – e o charme – do modelo feminino Konstanz, da Caloi. Com 7 velocidades, essa bicicleta tem cesto de vime removível, selim com gel, cobre corrente e para-lamas.

Caloi Konstanz
Caloi Konstanz - R$ 1399,00

5. Mulheres que procuram uma bicicleta mais tradicional, mas não abrem mão do cestinho, podem apostar na Caloi Ventura. Ela tem 21 marchas, selim com gel e quadro de aço.

Caloi Ventura
Caloi Ventura - R$ 449,00

*Os preços podem sofrer alteração sem aviso prévio.