Saiba como garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores em pequenas e médias empresas


Publicado por hagah em 27/04/2012 , atualizado em 20/01/2015

Um ambiente de trabalho seguro e saudável é direito de todo empregado. E garantir a segurança dos trabalhadores é uma obrigação legal dos empregadores e instituições, que devem atentar para a preservação da saúde e integridade de seus funcionários.

De acordo com as Normas Regulamentadoras (NRs) 7 e 9, instituídas pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), dois programas têm elaboração e implementação obrigatória dentro das empresas: o PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais) e o PCMSO (Programa de Controle Médico e de Saúde Ocupacional).

Esses programas, que visam antecipar, reconhecer, avaliar e, consequentemente, controlar os riscos no ambiente de trabalho, devem ser executados também em pequenas e médias empresas. Por isso, uma opção para os proprietários e diretores é contratar uma consultoria técnica em segurança do trabalho. "É inviável para as empresas contratarem técnicos em período integral. A consultoria vem para preencher essa lacuna de demanda", aponta Guilherme Assenato, técnico em segurança do trabalho e diretor da Well3.

A consultoria tem o papel fundamental de elaborar, orientar e atender permanentemente às pequenas e médias empresas nas ações práticas referente aos programas como o PPRA e o PCMSO. "Oferecemos gestão e acompanhamento dos programas de saúde e segurança, para que estes não se tornem mais uma preocupação do empresário, permitindo que ele se concentre no que realmente é seu trabalho", informa.

Assim, é importante que os proprietários de pequenas e médias empresas saibam que os acidentes ocorridos dentro de suas instituições, seja o acidentado seu funcionário ou terceiro, geram responsabilidade civil e até criminal. Além disso, de acordo com Guilherme, "devem se dar conta que existem também muitas doenças ocupacionais que resultam afastamento dos funcionários. Isso certamente é ruim para eles e para os negócios".

Também é bom lembrar que não existem adaptações de PPRA, PCMSO ou CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes): a legislação prevê que cada estabelecimento constitua o seu. Por isso, cada situação, cada ambiente e cada realidade são únicos e devem ser avaliados e levados em consideração pelo profissional de segurança do trabalho.

Empresa também oferece cursos e treinamentos

Além dos serviços de implementação de programas, a Well3 também ministra cursos e treinamentos na área da saúde e segurança do trabalho, como primeiros socorros, prevenção contra incêndios e de uso de equipamentos de proteção individual (EPIs). Um dos mais requisitados é o sobre acidentes de trajeto, que visa ensinar medidas para minimizar o risco durante o deslocamento do trabalhador.

Já o sistema Facilities in Work Safety funciona como uma terceirização do serviço de saúde e segurança da empresa, explica Guilherme: "Assumimos o gerenciamento dos programas por nós desenvolvidos, atuamos nas sugestões de melhorias, medições de ruídos e outros agentes, realizamos palestras de integração para novos e antigos funcionários, acompanhamos reuniões de trabalho relacionadas ao assunto de saúde e segurança do trabalho, dentre outras ações. É um facilitador para o empresário".