Top 8 cervejas artesanais nacionais


Publicado por hagah , atualizado em 21/08/2015

A cerveja é, sem dúvidas, uma das paixões nacionais. Do churrasco de domingo às festas mais chiques, a loira gelada marca presença em todos os eventos e não pode faltar na mesa e nos copos pelo Brasil afora. Além das marcas famosas, outro tipo de cerveja vem ganhando a atenção e o gosto dos fãs da bebida: as cervejas artesanais.

E a onda das cervejas gourmets não domina só o paladar dos brasileiros. As cervejarias do país já fazem seu nome e sua fama e os exemplares de cervejas artesanais produzidas no Brasil ocupam lugar de honra nas prateleiras de supermercados e lojas especializadas, ao lado de renomados rótulos importados.

Conheça algumas das melhores cervejas artesanais brasileiras:

Forest Bacuri – Amazon Beer

A cervejaria Amazon Beer, uma das mais famosas produtoras de cervejas artesanais do Brasil, está sempre apostando em combinações pra lá de ousadas com frutos e raízes tipicamente brasileiros. A premiada Forest Bacuri é do tipo Fruit Beer, tem baixo teor alcoólico (apenas 3%), sabor suave e refrescante e coloração clara. A cerveja é maturada com bacuri, uma frutinha da Amazônia que dá nome ao rótulo, e tem boa harmonização com queijos fortes, como parmesão, roquefort e gorgonzola.

Açaí Stout – Amazon Beer

Eleita a melhor cerveja do ano de 2014, a Açaí Stout — como o nome já diz — possui a famosa fruta do norte do país em sua fórmula. A cerveja, também da Amazon Beer, é encorpada e de cor escura, tem sabor e aroma de café, chocolate, malte torrado e toffee, e apresenta um teor alcoólico de 7,2%. Seu sabor exótico harmoniza bem com peixes da região norte do Brasil, como o tambaqui com banana da terra.

Índica – Colorado

A cerveja Índica, da cervejaria Colorado, tem malte comum e tostado em sua fórmula, além de lúpulo inglês, o que faz com que seu sabor seja mais amargo. A cerveja, que é baseada nas receitas dos ingleses em suas viagens para as Índias, ganha um toque especial do Brasil: a rapadura. A Índica é de coloração âmbar, quase marrom, e seu teor alcoólico é 7%. Harmoniza bem com queijos como camembert e brie, comida indiana, japonesa e frutos do mar.

Ithaca – Colorado

Também da cervejaria Colorado, a Ithaca é uma cerveja escura, de alto teor alcoólico (10,5%). A cerveja, do tipo Imperial Stout, é adocicada e tem rapadura queimada na fórmula. O rótulo foi premiado com medalha de ouro no Mondial de La Bière em 2013, na França, e esse ano no Festival Brasileiro de Cerveja de Blumenau. Seu sabor harmoniza com queijo minas, carne de porco defumada e pratos doces, como tortas de chocolate e petit gateau.

Red Ale - Baden Baden

A Red Ale, da famosa cervejaria Baden Baden, de Campos do Jordão, é uma cerveja encorpada, de cor âmbar escuro e teor alcoólico de 9,2%. Seu aroma é tostado e caramelado, e possui um amargor persistente. É uma cerveja aveludada e de sabor intenso, que vai bem com acompanhamentos como salmão, bacalhau, truta e moqueca.

Pale Ale – Backer

A cervejaria mineira Backer também tem seu exemplar na lista das melhores cervejas artesanais nacionais, a ruiva Pale Ale. De alta fermentação, com 4,8% de teor alcoólico, bem encorpada e com amargor marcante, o rótulo foi premiado com ouro no Festival Brasileiro de Cerveja de 2015. A Pale Ale faz uma boa combinação com aves, como frango, peru, faisão, codorna e chester.

Cacau Wee – Bodebrown

Vencedora do Modiel Le Bière de Montreal, no Canadá, a Cacau Wee é uma cerveja que une Escócia e Brasil em sua fórmula. Fabricada pela cervejaria e escola Bodebrown, o rótulo mescla sete tipos de malte, levedura escocesa e pedaços de semente de cacau torradas, diretamente da cidade de Ilhéus, na Bahia. É perfeita para acompanhar pratos doces em geral.

Polimango – Tupiniquim

A cerveja artesanal Polimango, da cervejaria Tupiniquim, é realmente surpreendente: leva farinha de polenta em sua fórmula. A Polimango também surpreende no aroma, com notas de frutas tropicais como mamão, manga madura e maracujá doce. Sua cor é âmbar e a graduação alcoólica é de 9,5%. Por conta do toque de manga, faz uma ótima harmonização com pratos condimentados, como os típicos indianos.